PARCEIRO DO BLOG

PARCEIRO DO BLOG

PARCEIROS DO BLOG VERDADE DO ALTO

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

RN foi o terceiro estado a registrar matanças em presídios deste ano

O Rio Grande do Norte foi o terceiro estado a registrar matanças em presídios deste ano no país. Na virada do ano, 56 presos morreram no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. Outros oito detentos foram mortos nos dias seguintes no Amazonas: 4 na Unidade Prisional Puraquequara (UPP) e 4 na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoal. No dia 6, 33 foram mortos na Penitenciária Agrícola Monte Cristo (Pamc), em Roraima.
brazil-prison-_stringer_reuters-6 (1)

Dois ônibus foram incendiados em João Câmara

Na madrugada desta quinta-feira (19) dois ônibus foram incendiados em João Câmara, município a 75 quilômetros de Natal. Um deles estava estacionado na frente de uma oficina quando foi alvo dos bandidos. O outro, da empresa Expresso Cabral, estava estacionado na rodoviária da cidade. De acordo com o policiamento do local, ninguém ficou ferido.
whatsapp_image_2017-01-19_at_03

Temer confirma envio das Forças Armadas para a segurança nas ruas de Natal

O presidente Michel Temer confirmou o envio de tropas das Forças Armadas para o Rio Grande do Norte, após pedido do governador Robinson Faria. Ainda não foi informado quando as tropas devem desembarcar e o total do efetivo, o que deve ser informado nas próximas horas
a591e660fbbb24cfa390b9ca89e758e8-670x447

Kilsa Customização: Customização de Sapatos,forrar sapato com tecido,cel; { 84 } 99917-5633

Como arrumar sapatos e só em Kilsa Decoração customizado 


Reciclagem de Bolsas Customizada em Kilsa Decoração 

Enem: apenas 77 estudantes com nota máxima na redação

brasil-vestibular-prova-fuvest-20131124-09-original3
Só 77 participantes conseguiram tirar nota máxima (1.000) na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. A média das redações ficou entre 501 e 600 pontos. Em 2015, foram 104 notas máximas e, em 2014, 250. Em balanço divulgado nesta quarta-feira, o Ministério da Educação (MEC) informou que foram anuladas ou obtiveram nota zero em redação 291.806 provas, seja porque o estudante fugiu do tema (erro cometido por 46.974 participantes), por cópia do texto motivador (8.325) ou por ferir os direitos humanos (4.798).
Nesta edição do exame, os participantes tiveram as maiores médias na área de ciências humanas e suas tecnologias, com 533,5 pontos. A segunda maior média foi na área de linguagens e códigos (520,5), seguido de matemática (489,5) e, por último, ciências da natureza, cuja média nacional ficou em 477,1.

Lava jato: Andrade e UTC entregam provas sobre Petrobras e Eletronuclear

operacao-satiagraha
Os acordos que UTC e Andrade Gutierrez fecharam ontem com o Cade e não renderam apenas um total de R$ 195 milhões ao órgão.
Renderam, sobretudo, muitas provas sobre propinas na Petrobras e Eletronuclear, que já foram entregues e serão compartilhadas com o MPF e a PF.

MORRE NO SUL DA BAHIA MULHER DIAGNOSTICADA COM CHIKUNGUNYA

Paciente estava internada há um mês em hospital de Itabuna.
Ela morava em São Paulo e estava visitando parentes na Bahia.

Uma mulher diagnosticada com chikungunya  morreu na cidade de Itabuna, sul da Bahia, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (18) pela Secretaria de Saúde do Município. Conforme a secretaria, a mulher deu entrada em um posto de saúde no dia 12 de dezembro de 2016, mas o caso se agravou e ela foi transferida para um hospital da Santa Casa de Misericórdia. A paciente não resistiu e morreu na terça-feira (17). Não há confirmação, entretanto, de que a morte tenha sido ocasionada pela doença.


Desde que recebeu o primeiro atendimento, os médicos já suspeitavam que Dicilene da Silva Ribeiro teria contraído alguma arbovirose. Ela fez exames de chikungunya, dengue e leptospirose e o resultado foi positivo para chikungunya. Dicilene morava em São Paulo, e desde o fim de dezembro visitava parentes no sul da Bahia. Ela passou por Porto Seguro e Buerarema.

Segundo a Secretaria de Saúde de Itabuna, o caso será investigado, mas não vai ser contabilizado como de Itabuna ou região, já que a mulher morava em São Paulo.

Conforme o último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), publicado no dia 10 de janeiro, o estado registrou até a semana epidemiológica 52 (31/12/2016), 57.189 casos suspeitos de zika, 53.135 casos suspeitos de chikungunya e 65.691 casos prováveis de dengue (correspondem ao total de casos notificados excluindo os descartados). Em 2016, sete pessoas morreram por chikungunya e um caso suspeito é investigado.  Do G1 BA